A jornada em busca da certeza do ser e da certeza de ser. Retomando a busca do santuário.

By: Ronaldo Otto Bammann

[Recommend this Fotopage] | [Share this Fotopage]
[<<  <  [1]  2  3  4  5  6  7  8  9  10  11  12  13  14  15  >  >>]    [Archive]
Wednesday, 12-May-2010 20:43 Email | Share | | Bookmark
A (re)Volta II

A materializadora!
 
 
View all 6 photos...
Olhem só, tem até nova foto de entrada.

Como prometido, eis a continuacäo do último post, agora preenchendo esse espaco branco que existe entre o último post do ano passado e o atual.

Devo comecar explicando algumas coisas sobre o Zivildiesnt (ZD) e o Zivi, especialmente direitos e deveres. Comecarei, porém, pela reputacäo, condicäo moral e o ponto de vista de outras pessoas que as pessoas têm de Zivis.
Basicamente o Zivi "normal" é um moleque que acabou de sair da escola, está fresco pro mundo, é irresponsável, folgado, e age fora das normas do local de trabalho. Lembro-me de ter tido um ataque de revolta ao ler a primeira vez a revista mensal dos Zivis (originalmente nominada "Zivi - Magazine". Näo existiu uma edicäo que näo me cobriu de raiva e revolta) que tinha publicado uma prece de supostamente uma dona de um asilo.
SIM, uma prece, destinada ao Seu Grande Olho No Céu.
Basicamente falava que "o rapaz chega atrasado, com piercing, um cabelo bizarro no dia da entrevista já, e que jajá ele virá prestar servico, nao vai saber lhufas no comeco, portanto peco-lhe paciência, tolerância e que ele se sinta parte da nossa 'família' para termos um convívio alegre e próspero".

..............

Right.

Claro que todos admitem com muito esforco que o Zivi é importantíssimo para o local onde trabalha - é uma fonte barata de mäo de obra pra fazer as coisas que ninguém faz. Além de poder fazer esforco, ser jogado pra lá e pra cá e ainda voltar no próximo dia. Mas viva a Alemanha para manter certas tradicöes! Aí quando o tiro sai pela culatra todo mundo se pergunta o que houve. O que comeca como uma brincadeira é de repente levada a sério e só mais regalias acontecem.
However, I digress.

Indo em frente, os DIREITOS do Zivi. De uma certa maneira, há várias coisas interessantes em ser Zivi. Note que em nenhum momento estou reclamando da idéia. Eu diria até que é uma coisa extremamente interessante para alguém fazer. Além da experiência de trabalho que se obtém e diversas habilidades ganhas, o Zivi é renumerado uma quantia cada vez maior a cada 3 mêses (Näo deixa de ser pequena para standards normais...), recebe dinheiro de natal, recebe um dinheiro extra como 13° no fim do ZD, se mora em um apê sozinho ele pode pedir ajuda governamental para pagar boa parte ou todo o seu aluguel (o local de trabalho geralmente paga o resto) e ainda recebe um dinheiro extra para poder tomar cursos para estudar enquanto está no ZD. Ele é segurado pelo governo, tem direito a transporte... muita coisa boa.

Claro que tem os deveres pra compensar tudo isso. Você tem de trabalhar nos horários combinados, tem de seguir as regras da casa à risca, deve tomar muito cuidado, nao deve ter ataques histéricos de raiva, tem que seguir as ordens à risca, näo pode publicar 'segredos' do local onde trabalha (na verdade isso é uma questäo bizarra que ninguém entende até hoje)....... enfim, ser um trabalhador normal mas menos renumerado e em uma situacäo diferente.

Mas quando näo há regras, näo há ordens?

Bem, o comeco do ZD, com mais detalhes, foi praticamente assim - eu me reuni com o chefe, ele passou uns papéis e falou que eu tinha que ter feito uma consulta no médico ANTES do ZD comecar. Ninguém tinha avisado isso, claro. Eles arranjaram a minha consulta que era pra determinar se eu estaria apto pra fazer o ZD ou nao. Essa consulta só aconteceu uns 2 meses depois.
O trabalho no comeco era praticamente fazer coisas pequenas que näo tinham nada a ver com a estacäo. Eu era sempre acompanhado por um infeliz que dirigia para nós o carro da empresa, um Jumpy da Citröen com mais de 12 anos de idade. O cara era um gótico com pelo menos 33 anos de idade, cabelo um pouco longo e pintado de negro.
O maluco era FOLGADO. Mas o ruim é que ninguém me avisa.
Me falam que apesar do horário de trabalho ser das 9h às 16h mas eu podia me ajustar com o gótico. O cara me buscava na frente de casa às 9h no comeco e foi "progredindo" para me buscar às 10h e saindo às 15h, às vezes até às 14h. Na hora eu achava que era normal - como o chefe falou, eu devia combinar com ele e como ele era o veterano, ele deveria saber o que ele estava fazendo. Né?.....
Quando o cara percebeu que só eu recebia bronca por estarmos chegando mais tarde e saindo cedo, ele comecou a falar que segundas (e depois até sextas) ele näo podia aparecer porque tinha que passar no médico. TODA SEMANA. E também enquanto eu comecava a ir pro trabalho de ônibus (o cara tinha a audácia de me ligar às 10h ou às 11h pra saber se eu tava no trabalho ou nao) para evitar estresse, ele também saía mais cedo e me deixava lá.
Chegou um momento que ele simplesmente saiu - tinha feito um contrato com o comitê contra assassinato de pássaros, que era a "real" ocupacäo do meu chefe e comecou a "trabalhar" lá integralmente. Ou seja, de repente, fiquei só lá.

Isso foi lá por outubro, novembro. Quando o cara estava lá, pelo menos ele vinha com coisa pra fazer. Mas a partir do momento que eu estava sozinho, ninguém ligava ou avisava ou falava nada. Por um momento achei que isso significava que näo tinha muito trabalho para ser feito. O que acabei descobrindo bem depois só (depois de muito esporro) é que eu tinha que ligar para eles pra saber o que tem o que fazer.
Ou seja, em outras palavras, eles apareciam raramente na semana (se aparecessem at all), a secretária que só vinha nas 5as e 6as nao sabia de nada e eu nao recebia as coisas que tinha que fazer num papel ou ditos na frente, eu tinha que TELEFONAR para eles e perguntar o que tinha que ser feito - e muitas vezes as ligacöes eram quase incompreensíveis porque o celular de trabalho é horroroso de ruim e o local tem pouco sinal.

NICE.

Sem contar que, como falei bastante para as pessoas, eu tinha 3 chefes - o primeiro chefe é o "responsável" por tudo e dono do comitê lá que falei. Ele raramente dava ordens entäo näo conta.
O segundo é o Zivibetreuer, o cara que é responsável pelo Zivi. Só fiquei sabendo desse fato no 7° mês de trabalho.
O terceiro nem é chefe direito, o nome da posicäo dele nunca era claro. Pra mim ele era o idiota que tinha mais tempo livre pra passar lá na estacäo e por isso a julgava como a casa de veräo dele. Ou seja, ele podia ir lá e deixar garrafa de cerveja pelo local inteiro e reclamar que eu deixo tudo sujo.

Chegou o fim de dezembro e tive as férias de inverno com a minha família. Da mesma maneira que aquilo foi uma pausa para mim, eu farei uma pausa no texto agora, senäo terá muuuito texto.

Continuaremos com outros detalhes do primeiro semestre e o segundo semestre até o presente momento no próximo poste. \o

Frase do dia: "They've got allen wrenches, gerbil feeders, toilet seats, electric heaters
Trash compactors, juice extractors, shower rods and water heaters
Walkie-talkies, copper wires, safety goggles, radial tires
BB pellets, rubber mallets, fans and dehumidifiers
Picture hangers, paper cutters, waffle irons, window shutters
Paint removers, window louvers, masking tape and plastic gutters
Kitchen faucets, folding tables, weather stripping, jumper cables
Hooks and tackle, grout and spackle, power foggers, spoons and ladles
Pesticides for fumigation, high-performance lubrication
Metal roofing, water proofing, multi-purpose insulation
Air compressors, brass connectors, wrecking chisels, smoke detectors
Tire gauges, hamster cages, thermostats and bug deflectors
Trailer hitch demagnetizers, automatic circumcisers
Tennis rackets, angle brackets, Duracells and Energizers
Soffit panels, circuit brakers, vacuum cleaners, coffee makers
Calculators, generators, matching salt and pepper shakers"
--Por Weird Al Yankovic


Sunday, 9-May-2010 00:30 Email | Share | | Bookmark
A (re)volta I

Os camps na frente do local
 
Casa 'Principal' e Oficina lááá atrás
View all 6 photos...
So uh

Entäo, depois de tanto tempo sem escrever, novamente algo é publicado aqui. Se me perguntassem o por quê, eu diria que como passou-se uma semana sem Zivildienst (Servico civil e tal, a partir de agora será referido como ZD, e a pessoa que faz esse servico civil de Zivi), devagar estou voltando à uma normalidade pré-ZD - a qual eu ainda tinha interesse e vontade em/para certas coisas. Claro que há uma diferenca grande em comparacäo a tal época.

Pra aqueles que nao sabem, o ZD é a alternativa para aqueles que nao desejam prestar servico militar. Como sabem, no Brasil você é convocado e se dentro de 1 ano näo te chamarem, você é liberado. Aqui porém você é convocado para um check-up médico e lá você tem quatro alternativas.

Todas elas dependem do resultado final da consulta, que é dividido em três "marcas": T1 é praticamente o supersoldado (hahaha nem), a pessoa que nao tem nenhum problema no corpo (fisicamente falando). T2 significa as pessoas que têm problemas menores, como problema de vista e... uh... acho que problemas mínimos na estrutura dos ossos. T3 säo os rejeitados - aqueles que tem problemas de coluna, de drogas, distúrbios psicológicos, alcólatras, doencas fortes ou que atrapalhariam em muito qualquer esforco físico.

Em suma, se você for T1, vai para a aeronáutica ou marinha ou até infantaria. T2 só pode ir pra infantaria. Em ambos os casos, eles podem recusar o servico militar obrigatório para trabalharem para a comunidade, ergo o servico civil. E T3 é isento disso tudo.

O que significa que vários rapazes fingem vários tipos de sintomas para poderem ser completamente liberados. Alguns fingem ser drogados, outros fingem ter problemas psicológicos (tipo ser uma máquina de matar) e väo até a pingar sangue no exame de urina.

Mas há muitos daqueles que acabam escolhendo servico civil ou por querer mesmo, ou por nao ter alternativa. Tipo eu, que nao queria me portar como drogado, nem sabia de outros truques... mas muitas pessoas que conheßo estäo sendo rejeitadas por motivos bobos, como "coluna torta". Rats, na hora me falaram que minha coluna parece um "S" e disseram que nao era nada de mais.

Pois é!

E aí, servico civil. Hoje em dia eles até diminuiram para 6 meses - Eu tive de fazer por 9 meses. E antigamente ia até 2 anos, creio eu. Muitas pessoas se alegram com isso pois significa que jajá o servico militar será completamente eliminado. Muitas pessoas, menos os locais que aceitam Zivis, claro.
Esses tais locais costumam ser asilos para idosos, casas de pessoas com problemas mentais, jardins de infância para criancas defeituosas, "Albergues juvenis" (locais onde jovens aparecem para fazer atividades de jovens e tentar melhorar a sociedade.... apesar que aquilo só atrai a juventude barra pesada numa tentativa de melhorá-los. O que acaba melhorando a sociedade no fim), blablablabla qualquer lugar que ajude aqueles mais no fundo da cadeia alimentar.
Existe a possibilidade de fazer servico social até fora do país - tipo os Zivis que eu encontrei em Mônaco quando estava excursionando com a escola há quase 1 ano e meio por lá. Eles trabalhavam numa espécie de hotel-escola. Havia tanto quartos como saulas de aula. Na ocasiäo havia um grupo de italianos fazendo aulas reforcadas de francês por lá (Maneiro hem).

Muitos de vocês provavelmente já sabem disso, ou parte disso. Eu ainda vou escrever como foi o ZD em um resumo básico, e creio que isso é o que a maioria deseja. Mas tudo em seu tempo. Afinal, eu fiquei quieto durante o ZD inteiro. Está na hora de comentar sobre o passado, o presente e o futuro.

E isso foi só o background.

Frase do dia: "O partido dos Piratas näo fazem contra-propaganda - eles só falam para 'Näo confiar em placas com fotos de políticos'. E fazer o quê, eles estäo certos."
--Por Laslo


Monday, 14-Sep-2009 15:58 Email | Share | | Bookmark
La-li-lu-le-lo? Whats!

Pessoal do IRC... todo mundo feio de doer
 
 
View all 18 photos...


FINALMENTE ACABOU O INVERNO

MARAVILHA MERMÄO

ESTACÄO DAS CHUVAS AGORA

Yaaaaaaaaaaay \o\

E entäo!! Noticiário das sete! A vida de Ronaldo O. Bammann até o presente momento, e o que o seu futuro lhe aguarda!!
...

Onde eu parei mesmo...?

Ah sim, o Legacy.

É! Aconteceu que depois de ir pro legacy, eu terminei o Abitur, nota mediana, blablabla, mandei um tchau pra delzeomundo (sic) porque finalmente me livrei daquele bando de patos!, e tal e coisa. Engraßado que vez ou outra eu encontro um, mas 90% do povo me ignora, gahahahahahahaha
Que legal!
Ok, nem tanto, mas tanto faz, eu nem queria ter contatos com esse povo mesmo. Sério!
Bom, pelo menos um deles eu ainda converso, quase que obrigatoriamente. O michael marx!,pra quem sabe dele. Um cara assim meio punk mas nem tanto que eu o acho bizarro apesar de ser um cara totalmente normal. Eu poderia manter contato com outro cara, um russo que até era legal, mas ele foi pra Aachen estudar lá (näo precisa fazer servico civil nem exército, o fezzo) e nem pra dar tchau.
Bem, fazer o que!

Até agora os meus unicos contatos constantes entao se resumem ao grupo de Daikobudo, o marx, o Mike de Grevenbroich e... o pessoal do trabalho (Servico civil ou Zivildienst, de agora em diante chamado de ZD), mas isso nao conta tanto, já que todos tem pelo menos uns 12 anos a mais que eu.

Jajá a gente chega nisso!

Pararara, passei um bom tempinho no brasil, mas só depois da formatura extravagantissima em algum castelo aqui perto (Duisburg? sei lá), onde eu percebi que eu fico tchans com roupas formais. Brasil, encontrei com ninguem exceto o luiz, passei tempo com a familia, o tempo estava bom, felicidades, lalala

E aí eu fui pras inglaterras! Fui pra bloodstock, onde passei 4-5 dias sujismundo com meu irmäo mais velho, também conhecido pela alcunha de Rodrigo, e foi bacaninha. Até que os ingleses sabem fazer um festivalzinho. Mas convenhamos que o que ajudou foram as bandas!
Muito legal.

Visitei meu irmäo do meio, o mister Rogério que vai ser papai! e eu Titio! waaaaaaaarghhhh
Espero que dê tudo certo, porém!

E tal!
Eu tou com 20 anos agora!!! pooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooorrrrrrrrrrrrrrrrrrrrTa!
20 anos, caramba.
VINTE.
A gente nunca pensa que vai ter 18 quando se é mais jovem, e quando a gente atinge 18, a gente pensa que 20 anos tá longe.
E quando você atinge 20 anos...
"Xi, já vi que nao consigo controlar o tempo... entäo as idades que täo pra vir näo seräo barradas" é o pensamento comum.

E com isso no dia 28 de agosto o Fotopage tambem fez 6 anos de idade.... cada vez menos posts entre cada ano!!
...
Bleeeergh

No trabalho \o\ tudo que eu fiz até agora foi trabalho de carpinteiro, apesar do servico civil ser voltado para a protecao de natureza... esse pessoal que esconde detalhes, que vergonha!
Eu tenho que ficar sob a asa de um veterano que trabalha lá há 14 anos... o cara é um GÓTICO preguißoso =O que horror!

E amanhä recebo meu primeiro soldo. Vejamos!


NADA FILOSOFICO HOJE =O
Quem sabe eu consigo escrever algo no fim da semana.


Fui!

Frase do Dia: "Pathfinder... Que filme horrível."
--Por Eu


Wednesday, 27-May-2009 13:10 Email | Share | | Bookmark
Grotescológico

Adivinha qual mala é a minha
Que horas säo??
 
View all 11 photos...
Tá bom, perdäo.
Eu meio que perdi as estribeiras no ultimo post. Tava puto da vida, admito, tava acontecendo muita coisa ao mesmo tempo, e coisa e tal, näo tava conseguindo me concentrar.

Vamos deixar as coisas mais light, sim? Afinal eu voltei do festival Legacy, estou me sentindo melhor, mais "animado" porque fiz algo diferente (será mesmo?), estou vivo apesar dos 4 dias de dilúvio seguido pelo dia de carbonizacäo humana...

Pode-se dizer que alí despedi-me da minha fase "adolescente" e estou comecando a embarcar na fase mais "adulta" (ha ha ha ha nunca vou conseguir levar isso a sério até... sei lá), mais fria e mais madura (HA AH HA HA HA HA....)........

OOOOOOOOOOOOU eu posso tar vendo tudo de um lado errado e simplesmente como tive tempo pra afastar minha mente dos problemas e pude me concentrar em outras coisas eu simplesmente descansei e agora estou vendo que os tais problemas que antes me amedrontavam agora näo säo täo grandes assim e que säo relativamente fáceis de se resolver que dependem somente um pouco mais de energia e vontade.

Hot damn!

Problema é esse, porém. A resolucäo das "tarefas" já ajuda bastante, mas o primeiro passo é sempre o pior.

A partir daí fica tudo automatico.

Uma beleza.

De resto, aqui está BEM quente.... ontem ou anteontem tive a impressäo que alcancou facinho os 30°C..... Está tendo vez ou outra uma tempestade, e isso é muito bacana.

E o Legacy foi bem legal. Bem legal mesmo. Comparando com Wacken é bem menor, levemente menos "bem administrado" (Te digo, odiaria ser mulher só pelo fato dos banheiros lá), mas a qualidade dos shows estava muito boa. Foi bem bacana também que saí de lá com muitos conhecidos, muitos alemäes (alguns por conversas políticas, acreditam que tinha um alemäo a favor da DDR e tal? ahahahaha), alguns ingleses, um monte de coisa legal.
Foi também o primeiro festival que eu tomei banho (Banho normal, näo de chuva - isso tava tomando direto)... devido à influência (benéfica ou maléfica) da companhia certa (errada). E näo só uma vez. É mole?
A barraca sobreviveu também de maneira ideal.
Em suma, outro sucesso campinguístico por minha parte! Eu nunca canso de me surpreender.

Como dá pra ver, surrupiei algumas fotos do Legacy.

Acho que por enquanto é só.
Obrigado pela atencäo.

Frase do dia: "Quem morre de gripe suína vira espírito de porco?"
--Por Carioca


Tuesday, 19-May-2009 12:11 Email | Share | | Bookmark
Hum

 
 
 
View all 18 photos...
Vejam só, eu escrevendo.

Fotos da primavera do mês retrasado para amenizar o ambiente. Acho que ou näo sei tirar fotos como meu pai de flores ou näo fui feito para tal.

Enfim.

Aconteceu coisa demais desde a ultima vez que eu escrevi algo.
Claro, passaram-se mais de 4 meses (algo por aí), e muita coisa é destinada a acontecer durante tanto tempo.
Mas antes näo era assim. Muitas vezes passavam-se alguns meses e nada muito fora do ordinário acontecia. Mas os tempos täo mudando. Se é para pior ou melhor é difícil dizer. Mas mudanca está acontecendo, e aos baldes. Querendo eu ou näo.
2009, o ano que oficialmente posso ser considerado um jovem adulto que saiu do jardim para ser jogado no meio do labirinto por horas pântanoso e por outras florido no qual chamamos de VIDA. Eu realmente näo queria usar uma metáfora täo idiota e cliché para vida, mas era quase inevitável.
Vida.
Hahahah! Que brinquedo idiota e infeliz. O tal labirinto, no fim, só leva ao Oblivium. E mesmo assim corremos que nem loucos pelos caminhos à procura de felicidade e objetivos cumpridos.
Näo é um pensamento nada agradável. Uma grande maioria das pessoas gosta de pensar que no fim, tudo tem uma razäo de ser, que no fim a vida leva a algo maior ainda. Que aqui é o inferno e estamos sendo testados para ver até onde evoluímos e onde paramos quando morremos.
Ninguém nunca me falou que viver era que nem uma corrida para ver quem consegue primeiro comprar a cobertura mais xique do prédio estelar.
Que pena que ninguém nunca voltou dos mortos ou nunca deu pra saber, de fato, como é "do outro lado", se é que existe tal coisa.
Somos entäo um curto espaco de tempo que tenta o máximo que pode demonstrar o quäo significante é.
....

Eu estou com o Abitur feito. As provas escritas näo tiveram suas notas publicadas, somente a oral, que näo fora como planejado.
Eu tenho que mudar de casa novamente porque o filho do homem que eu pago aluguel precisa de casa.
Eu tenho que cumprir 9 meses de servico civil porque näo quis ir para o exército nem quis adulterar meu exame médico para näo ter uma carteira de trabalho manchada com problemas inexistentes.
Eu tenho poucas semanas para decidir o que vou ser da vida (Por mais curta que seja).
Eu vou fazer 20 anos em agosto.
Eu continuo morando sozinho.
Eu tenho que terminar a auto-escola.
Eu fiz curso de primeiros socorros no caso de acidentes de carro.
Eu acertei todos os testes para visäo usando meu óculos.



O que aconteceu, aconteceu.
O que está acontecendo ainda pode ser mudado.
O que vai acontecer é só uma consequência do que está acontecendo.

Nós somos pó em comparacäo ao mundo.
O mundo é pó em comparacäo ao universo.
O universo é pó em comparacäo ao todo.

E ainda corremos que nem loucos no nosso labirinto de elétrons, como pequenos átomos em procura de algum significado, em procura de uma molécula que vá nos trazer felicidade.


Eu näo estou muito legal.
Sinto muito.

Frase do dia: "Wir wissen nicht, was Musik ist."
--Por Desconhecido


[<<  <  [1]  2  3  4  5  6  7  8  9  10  11  12  13  14  15  >  >>]    [Archive]

© Pidgin Technologies Ltd. 2016

ns4008464.ip-198-27-69.net